Dom Angélico é o assessor desta edição do Encontro Rogate, cujo tema é Vocação e Linguagens

  De 28 a 30 de outubro acontece o 28º Encontro Rogate, no Centro Teresiano de Espiritualidade, em São Roque (SP). Na noite de abertura, sexta-feira (28), houve a acolhida dos participantes (cerca de 75 animadores e animadoras vocacionais). Na ocasião também foram acolhidos o Pe. Francesco Bruno, conselheiro geral do setor Rogate da Congregação dos Rogacionistas do Coração de Jesus, e Pe. Geraldo Tadeu Furtado, Vigário Provincial dos Rogacionistas na Província São Lucas. Nesta edição do Encontro Rogate, Dom Angélico Sândalo Bernardino, bispo emérito de Blumenau (SC), filósofo e jornalista, é o assessor, com o tema: "Vocação e Linguagens".

Já em clima de apresentação temática no sábado (29) Dom Angélico refletiu, de forma interativa e convidando os participantes a construírem o conhecimento, sobre a linguagem na liturgia baseando sua abordagem no Concílio Vaticano II.

Segundo ele, quando se fala de vocações, é urgente pedir a renovação do Espírito. A linguagem suprema de ontem e de hoje é o amor... Isso é fundamental quando nos dispomos a falar de vocação e linguagens.

Dom Angélico apresentou o conceito do termo linguagem e elencou alguns desafios que o Serviço de Animação Vocacional (SAV) ou a Pastoral Vocacional deve encarar em nossos tempos. Enfatizou também a importância de, cada linguagem – particularmente a cristã – estar situada no contexto, na sua época. Isso significa que a linguagem cristã deve superar o estilo judaico e interiorano, típicos de uma sociedade rural. Deve enfrentar esse desafio sem abrir mão da linguagem universal, aquela que todos os homens e mulheres compreendem: a do amor.

Durante a tarde do sábado, os participantes continuam a debater o tema da linguagem, relacionando-a com as vocações. Está previsto, para esta noite, um momento cultural de integração. No domingo (30), último dia do Encontro Rogate, os participantes discutem alguns encaminhamentos práticos para orientar o trabalho de animação e acompanhamento vocacional na perspectiva das novas linguagens.